domingo, agosto 28, 2005

Vírus da sida infecta 27 mil segundo dados oficiais

CM 22.07.05

O número de pessoas infectadas em Portugal com o vírus da sida é de 27 013, segundo os dados oficiais mais recentes do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA).

O INSA revela ainda que a transmissão do VIH está a aumentar entre os heterossexuais e proporcionalmente a diminuir entre os toxicodependentes que, contudo, ainda lideram o número de infecções no País. Regista-se ainda um aumento de casos de sida a partir dos 50 anos.

O epidemiologista Henrique de Barros, futuro coordenador da Comissão Nacional de Luta Contra a Sida (CNLCS), que deverá tomar posse em meados de Agosto, referiu ao CM que estes dados “já eram previsíveis. O programa da troca de seringas permitiu diminuir o número de novos infectados, enquanto os comportamentos de risco de relações desprotegidas [sem uso do preservativo] fizeram aumentar o número de casos de infecção. As probabilidades da situação se inverter já eram previsíveis”, sublinhou.

Segundo Maria Teresa Paixão, do INSA, o maior número de casos diagnosticados são de toxicodependentes (12 657 indivíduos), que correspondem a cerca de metade do total de infectados. A seguir a este grupo de infectados surgem os heterossexuais (via de transmissão sexual), que atinge os 35 por cento. Contudo, no primeiro semestre de 2005, o cenário mudou ligeiramente, registando-se 54,4 por cento de casos de infecção na transmissão heterossexual.

NOTIFICAÇÕES
A sida passou a ser uma doença de declaração obrigatória no final do ano passado. Isso significa que o médico é obrigado a enviar para o INSA uma notificação desse caso de infecção, que pode ter ocorrido meses ou anos antes. Assim, nos primeiros seis meses deste ano foram notificados 1174 casos de VIH. O número de pessoas que já contraiu a doença é, hoje, de 12 210.

Comments:
Com o tipo de politica que tem sido adotada pelo nosso Ministro da Saude ,e pelas suas administrações hospitalares de confiança ( o 1º passo foi substituir mesmo a do maior Hospital do País ) como o caso do Hospital Universsitario de Stª Maria que com 4500 doentes com hiv nas suas listas tem ordens tão precisas para fazer cortes que nem as trapias para doentes com multiresistencia a farmacos da classe dos inibidores de protease estão desponiveis naquele que é chamado o maior hospital do País.
E se pergutarem porque meus amigos ... e têm todo o direito a perguntar porque será que um Hospital como o Stª Maria não faculta aos doentes tais medicamentos ? Aqui deixo a resposta . PORQUE NÃO SOLICITA AO INFARMED A AUTORIZAÇÂO PARA A SUA UTILIZAÇÂO . O texto que em seguida deixo foi-me enviado por ordem do presidente do CA do supra referido instituto.
Ex.mo(a). Sr(a).
Nuno Filipe Martins Afonso Fernandes

Acusamos e agradecemos o email enviado ao Ministério da Saúde, e posteriormente encaminhado ao INFARMED, o qual mereceu a nossa melhor atenção.

Em resposta à solicitação, informa-se o seguinte:

Conforme é do V. conhecimento, não existem medicamentos com Autorização de Introdução no Mercado (AIM) em Portugal contendo a substância activa Tipranavir.
Como tal, a utilização deste medicamento apenas é permitida ao abrigo de uma Autorização de Utilização Especial (AUE), a qual é concedida pelo INFARMED após pedido* dos hospitais ou outras entidades de saúde, legalmente habilitadas a adquirir directamente medicamentos.

Até à data, não foram recepcionados quaisquer pedidos de AUE para o medicamento Tipranavir por parte do Hospital de Santa Maria.

Face ao exposto, sugerimos o contacto com os Serviços Farmacêuticos do referido Hospital.

Ficamos ao dispor para quaisquer esclarecimentos adicionais.

Com os melhores cumprimentos,

Conselho de Administração

INFARMED - Parque de Saúde de Lisboa
Av. Brasil, 53 - 1749-004 LISBOA
Tel. 21 798 7373 / Fax. 21 798 7107
Linha do Medicamento - 800222444

* A instrução do pedido de AUE obedece ao disposto no Despacho n.º 9114/2002, de 15 de Março (2ª série).
o que acontesse é que por ter feito uma genotipagem que indica que devo ser tratado com uma combinação que deve incluir a substancia activa denominada TIPRANAVIR e por ser tratado no hospital de Stª Maria tal não tem sido possivel aos medicos que me assistem mesmo tendo por base dados clinicos concretos da autoria do laboratorio de virulogia do Hospital Egas Moniz (Exame chamado genotipagem para quem não saiba )e com a concordancia da minha medica assistente composto pela seguinte combinação Abacavir ,Tenofovir ,Ritonavir e o tão almejado Tipranavir ; agora porque é que o Hospital Stª Maria não solicitou a AUE só ao Hospital compete responder ,sabendo eu que não é a parte clinica ( medicos da especialidade ) que promovem esta situação .
 
Esquecime de dizer no comentario antrior assim o numero terá tendencia a baixar certamente , mais vale dizerem para ir-mos morrer longe
 
Howdy!, nice little blog you have here, if you'd like a peek at my Anti Spyware related site, feel free...if you like Anti Spywarestuff that is.... :-)
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Enter your email address below to subscribe to Blog do GAT!


powered by Bloglet