quarta-feira, julho 06, 2005

Todas as grávidas devem fazer testes ao VIH



Público 05.07.05

O United States Preventive Services Task Force, um painel de especialistas independente que emite recomendações na área da prevenção de doenças, considera que todas as mulheres grávidas devem fazer testes ao HIV.

Na actualização das recomendações emitidas em 1996, a equipa norte-americana afirma ainda que todos os adolescentes e jovens em risco devem também sujeitar-se a rastreios. Mas a novidade está no facto de os peritos aconselharem os testes a todas as mulheres grávidas.

As novas linhas orientadoras para a prevenção serão hoje publicadas no Annals of Internal Medicine, segundo um comunicado do American College of Physicians."Fazer um teste ao HIV durante a gravidez é mais um passo para que uma mulher tente assegurar que vai ter uma criança saudável", afirma Diana Petitti, vice-presidente do grupo de peritos. A transmissão da mãe para o bebé é uma causa importante e evitável de sida na infância. Existem terapias que ajudam as mães e as crianças, continua Petitti, citada no comunicado.

Quanto às pessoas que se considera estarem em risco, o painel de peritos esclarece que estão nessa situação, por exemplo: homens e mulheres que têm relações sexuais desprotegidas com múltiplos parceiros; homens que fizeram sexo com homens depois de 1975; utilizadores ou ex-utilizadores de drogas injectáveis; homens e mulheres que se prostituem ou que têm parceiros que o fazem; indivíduos que cujos parceiros actuais ou antigos estão infectados por HIV, são bissexuais, ou usam drogas injectáveis; pessoas que estão a receber tratamento por doenças sexualmente transmitidas e aquelas que têm um historial de transfusões de sangue entre 1978 e 1985.

A Task Force não tem qualquer autoridade para impor a concretização das medidas que recomenda, esclarece o comunicado. Mas muitos médicos, estabelecimentos de saúde, companhias de seguros e organizações de clínicos, como o American College of Physicians, seguem as suas orientações.

Comments:
Esta noticia entristeceu-me pois pensava que as análises ao hiv já eram obrigatórias nas grávidas á muito tempo e deixou-me a pensar...há quantos anos existe a doença da sida? E entretanto quantas crianças nasceram contaminadas com sida? Será que nem o facto de pensarem que por trás de um lindo sorriso de criança pode estar um sofrimento extremo os sensibiliza? Meu deus será preciso tanto tempo para chegar a esta brilhante conclusão? Tenho um filho que nasceu em 1995 e eu contrai sida durante a gravidez (aos 8 meses de gestação) e só o descobri porque era toxicodepêndente e fui parar ao hospital com uma gastroentrite aguda e fui submetida a um internamento...senão se calhar não tinha descoberto que tinha sida e o meu filho e eu própria(durante o resto da minha gravidez)não teriamos feito terapia e o meu filho não tinha negativado e era mais um nº a acrescentar aos muitos de craianças portadoras do virus da sida.POR FAVOR FAÇAM ALGO PELAS CRIANÇAS...
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Enter your email address below to subscribe to Blog do GAT!


powered by Bloglet