domingo, outubro 23, 2005

Fim da discriminação dos dadores de sangue?

A rede ex aequo teve conhecimento, por via do Partido "Os Verdes", da resposta oferecida ao Requerimento nº 689/X/(1ºc) - AC de 13 de Julho de 2005 - Discriminação em função da orientação sexual pelo Instituto Português do Sangue efectuado pela deputada Heloísa Apolónia do Partido "Os Verdes" e endereçada ao Ministério da Saúde.

Na respectiva resposta do Ministério da Saúde, em carta assinada pela Chefe do Gabinete, Teresa Oleiro, com a data de 17 de Outubro de 2005, pode-se ler, entre outros parágrafos:

"Actualmente, não estão mais em causa os grupos de risco, mas sim os comportamentos individuais, independentemente da sua orientação sexual, que deverão ser sujeitos aos mesmos critérios de avaliação e selecção de dadores de sangue no exame clínino feito pelo médico que avalia cada candidato(a) a dador(a) de sangue.

Nesse sentido, o Instituto Português do Sangue divulgará um novo texto técnico-científico actualizado através de Circular Normativa Nacional, para todos os serviços de saúde com colheita de sangue a dadores, chamando a atenção e condenando práticas já não admitidas, onde elas possam eventualmente existir, com a recomendação de não mais se suspender qualquer dador, sem avaliação clínica, só porque o mesmo referiu a sua orientação sexual"

Comments:
Um passo importante se está a dar pela luta contra a discriminação se realmente se vier a verificar que não estão em causa os comportamentos de risco, mas sim os individuais, independentemente da sua orientção sexual...mas é necessário que não nos esqueçamos que não são só os homosexuais que são discriminados neste campo mas também os toxicodepêndentes que deveriam de ter também eles direito aos mesmos critérios de avaliação e selecção de dadores de sangue atravéz do exame clínico feito pelo médico que avalia o dador(a) de sangue.
Vamos por fim á discriminação.
 
Basta de comportamentos discriminatórios e preconceituosos, afim de se esconder a obrigatoriedade de analisar o estado do sangue recolhido, poupando assim uns trocos e originando a transmissão de vírus, que num passado recente foi fatal para muitos hemofílicos em Portugal.
A discriminação é o resultado das sociedades mal informadas ou por vezes não informadas, dando origem a estas atitudes irreflectidas devido ao pânico da ignorância.
O risco não está nos grupos mas está em tudo aquilo que não queremos para nós.

SANTA
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Enter your email address below to subscribe to Blog do GAT!


powered by Bloglet