quarta-feira, março 09, 2005

Brasil: Ter filhos é um direito legítimo, diz Ministério da Sáude

Boas práticas vindas do Brasil.

03.03.05 Folha de São Paulo

A iniciativa do governo federal de estender o tratamento de reprodução assistida não inviabiliza as outras ações de prevenção e tratamento da Aids, de acordo com Ricardo Pio Marins, diretor-adjunto do Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde.

Segundo ele, com o novo perfil dos infectados de Aids (heterossexuais jovens), é cada vez maior o número de casais seropositivos e serodiscordantes que desejam constituir uma família. "Houve aumento da longevidade e da qualidade de vida dos doentes. Ter filhos passou a fazer parte da vida dessas pessoas. É um direito legítimo", diz o diretor. Para Marins, a reprodução assistida é uma forma de evitar que mais pessoas sejam contaminadas, por meio de relações sexuais desprotegidas com o objetivo de gravidez, ou durante a gestação.

"Lavagem" foi criada por médico italiano.
Criada há dez anos pelo médico italiano Augusto Semprini, a técnica de "lavagem" dos espermatozóides consiste em separar o HIV presente no líquido seminal antes da fecundação, impedindo a contaminação.

Apesar de não haver relatos na literatura mundial de bebês contaminados por essa técnica, médicos brasileiros decidiram aperfeiçoá-la. Após todas as etapas da lavagem, é escolhido só um espermatozóide para ser injetado no óvulo, técnica chamada de ICSI. Segundo o ginecologista Selmo Geber, da Universidade Federal de Minas Gerais, como o vírus HIV não é um parasita intracelular, opta-se por escolher um único espermatozóide viável para a fertilização. "É mais seguro."

Há médicos que também submetem os espermatozóides a obstáculos químicos aos quais apenas os saudáveis sobrevivem. O urologista Edson Borges prescreve um tratamento à base de antibióticos, como forma de diminuir o número de linfócitos (que aparecem quando há infecção e que são responsáveis pela propagação do HIV) no organismo.

Comments:
Pois é pois é e o Brasil é que é um Pais sub-desenvolvido. No que ao combate e luta contra o HIV bem como a forma como são tratados por o que diz esta noticia estão bem mais desenvolvidos do que nós .
E eles é que têm corrupção no entanto avançaram contra as farmaceuticas criando os genéricos para o hiv aperfeiçoando estudos e cada vez mais estão a nossa frente e certamente que não têm por lá uma politica de aumento desrregrado dos medicamentos porque lá não esta o 'Sr' do INFARMED que oxalá o engenhero o mande dar uma volta e para isso tenha poder efectivo
Cada vez mais infarmed = defesa dos intereces das farmaceuticas
Nuno Fernandes
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Enter your email address below to subscribe to Blog do GAT!


powered by Bloglet