sábado, maio 28, 2005

Anti-CCR5 da Glaxo em recrutamento

Atenção! Estudos parados devido à toxicidade hepatotóxica!
Ler mais aqui.
(actualização 16 de Setembro de 2005)

A Glaxo está a recrutar em Portugal para ensaios de fase II com o seu fármaco, o “GW873140”.

O primeiro ensaio clínico, o CCR100136, está em dois hospitais e encontra-se em fase de recrutamento. Este estudo de fase II terá uma duração de 96 semanas e prevê a inclusão de 20 pessoas seropositivas naives. O segundo ensaio, o CCR102881, está em três centros. Está também prevista a inclusão de 20 pessoas seropositivas naives neste segundo estudo.

A diferença entre os dois estudos, que visam ambos encontrar a dose certa, radica nos medicamentos associados ao bloqueador. No estudo 136, o GW873140 será co-administrado apenas com o Kaletra® (lopinavir/ritonavir), enquanto no estudo 881 o bloqueador do CCR5 será combinado com o Combivir® (AZT/3TC) da ...Glaxo.

A Glaxo confirma que os hospitais de Coimbra, de Santa Maria, de Cascais, do Desterro e dos Capuchos foram contactados para participar. O Hospital Egas Moniz não se terá mostrado disponível porque tem um outro ensaio da Glaxo a decorrer (com o novo NNRTI, GW695634) e parece que o Hospital de São João, no Porto, está, desde há um ano, sem Comissão Ética em funcionamento...

Comments:
Bem eu sempre achei que com paninhos quentes as coisas não vão lá ,mas esta era a minha opinião pessoal infelizmente começo a ouvir pessoas com responsabilidade no nosso País achar que pelos meios convencionais as coisas não vão lá e de que o País está a precisar de um subresalto social , não podia estar mais de acordo o que me preocupa é que isto são constatações de quem até á bem pouco tempo fazia parte da comissão dos direitos liberdades e garatias do nosso parlamento , foi dito em direto na televisão no programa da manha da S.I.C. numa rubrica destinada a esclarecer e a avaliar os problemas juridicos e sociais no nosso País. Será possivel que isto só lá vá com recursso a força ,afinal o otelo e as FP-25 de Abril eram capaz de ter razão. Triste estado a que chegaram as coisas.
 
Olá Nuno,
às vezes a desobediência cívica pode ser necessária para sermos ouvidos...
um abraço
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Enter your email address below to subscribe to Blog do GAT!


powered by Bloglet